Esquadrão Classe A

10 agosto 2013 Séries Internacionais    # 188 views
destaque

Esquadrão Classe A (chamado "A-Team" no original), foi uma série de TV americana que marcou os anos 80. Exibida originalmente nos EUA entre 1983 e 1987 pela NBC, os episódios narravam as aventuras de um grupo de mercenários que haviam sido soldados de forças especiais do exército americano. Aqui no Brasil o SBT foi o responsável pela exibição do Esquadrão Classe A entre 1984 e 1986. Rapidamente o seriado ganhou fãs e se tornou uma das séries mais populares dos anos 80, com milhões de expectadores grudados na telinha para conferir novas aventuras todas sexta à noite. O seriado durou 5 anos nos EUA, com exatos 98 episódios. Como em qualquer seriado, houve uma queda de audiência e em 1987 o A-Team foi cancelado. O último episódio foi ao ar no dia 08/03/1987.

A-Team

A série voltou a ser exibida no Brasil pela Tv Globo, na Sessão Aventura (abril de 1991 até dezembro de 1992). Um DVD também foi lançado reunindo os episódios da série (vol. 1 em 2005 e vol. 2 em 2006). A vinheta de abertura do Esquadrão Classe A ainda está na cabeça de muitos fãs saudosos:
"Há dez anos, uma equipe de comandos especiais foi mandada para a prisão por um tribunal militar por crime que não haviam cometido. Esses homens escaparam da prisão militar de segurança máxima passando a viver secretamente em Los Angeles. Ainda hoje são procurados pelo governo e sobrevivem como aventureiros, Soldados da Fortuna. Se você tem algum problema, se ninguém mais puder ajudá-lo e se conseguir encontrá-los, talvez consiga contratar o ESQUADRÃO CLASSE A”.

A História do Esquadrão Classe A

O nome do seriado, A-Team (Equipe A na verdade), vem do nome que o exército americano dá às sub-unidades de suas Forças Especiais. A letra "A" significa Away, então o Away-Team era o grupo de soldados que ia na linha de frente das batalhas, com a missão de fazer o reconhecimento do inimigo e do terreno para preparar os ataques das tropas.

John Hannibal Smith era um Coronel que comandava um esquadrão das Forças Especiais na guerra do Vietnã. Eles recebem uma missão do comando superior para roubar um banco em Hanói, capital do Vietnã. Segundo seus superiores, seria uma maneira de acelerar o fim da guerra. Acabam sendo presos durante a missão e são abandonados pelos seus superiores. Sem conseguir provar sua inocência, acabam condenados e são enviados à uma prisão de segurança máxima. Claro que o habilidoso grupo escapa e acaba foragido. Escondidos nos subúrbios de Los Angeles, os agora ex-soldados procurados ganham a vida fazendo o que sabem fazer de melhor. Viram soldados de aluguel, mercenários que aceitam missões perigosas que ninguém mais aceitaria e adotam o nome de A-Team (Esquadrão Classe A).

Para contratar o Esquadrão Classe A é preciso encontrar um velhinho em uma lavanderia de Los Angeles. O velhinho em questão é nada mais, nada menos, que o Coronel Hannibal usando um de seus muitos disfarces. Posteriormente o grupo é informado da missão. Quem procura os Esquadrão Classe A precisam de um grupo especialista em missões especiais. São missões de proteção, captura de elementos perigosos, resgates e até ajuda para solucionar crimes e provar inocência.

Cada membro do grupo tem uma função e se completam para levar à cabo os mais mirabolantes planos, sempre tecidos pelo Coronel Hannibal. As aventuras começam com a preparação para a missão, depois é hora de colocar B.A. para dormir pois ele tem medo de voar. O Esquadrão Classe A não faz nada parecido com filmes de exército que vemos. Embora haja um plano, tudo acontece meio que de improviso quando o bicho pega e a diversão vem daí. Adoram fazer uma chacota com os inimigos, usam equipamentos doidos, disfarces e só se metem em confusão. Ainda precisam escapar constantemente das garras dos coronéis Decker e Lynch, designados para a captura do Esquadrão renegado.

The A-Team

Os membros do Esquadrão

Murdock "Louco Furioso" ("Howling Mad" Murdock) – Murdock é o piloto do grupo e voa qualquer lata-velha, seja ela um avião ou helicóptero. O problema é que ele estava internado no hospital psiquiátrico de veteranos de guerra, o que em diversos momentos deixa todo mundo em dúvida se ele é realmente louco. O curioso é que a cada missão, ele dá um jeito de escapar do hospício e no final retorna para lá. Todas as vezes consegue dar um jeito de escapar do hospício para realizar as missões, voltando para lá no final. Outra característica é irritar o sargento B.A. com seu cão imaginário. Como B.A. também morre de medo de voar, claro que ele odeia o Murdock.

Templeton "Cara-de-pau" (Templeton "Faceman" Peck, ou simplesmente "Face") – faz o serviço de inteligência e logística da equipe. Antes de cada missão ele entra em cena e garante recursos como passagens, veículos, hotéis, equipamentos, suprimentes, informações, etc. O apelido Cara-de-Pau é devido à sua lábia para conseguir o que quer e charme com as mulheres. Gosta de usar a história é de que é um produtor de hollywood e de que tudo o que está comprando, alugando ou pegando emprestado é para figurar na gravação de um filme.

Coronel Hannibal (John "Hannibal" Smith) – a marca registrada do Coronel é um um charuto na boca. Responsável pelos planos "infalíveis" do Esquadrão, que de alguma maneira falham mas acabam dando certo no final, daí o seu bordão "Adoro quando um plano dá certo". Além de ex-coronel e mercenário, é mestre em disfarces e ganha um troco como ator figurante, que faz bicos e pequenas aparições em produções (disfarçado de monstros ou velhinhas, hilário). Seus disfarces realísiticos permitem que ele passe por outras pessoas durante as missões.

B. A. Baracus é o motorista do furgão, um verdadeiro piloto de fugas, além de ser o mecânio da equipe. B.A. também contrói engenhocas e é o brutamontes da equipe, que gosta de resolver tudo na porrada. Embora fosse ameaçador, tinha um lado terno, protegendo e orientando as crianças. O ponto fraco de B.A. era voar, morria de medo de entrar em aviões e helicópteros e precisava ser sedado. Claro que Murdock era seu desafeto, por ser o piloto e doido de pedra. Além disso tudo, B.A. adorava leite, outra ironia do personagem.

Amy Allen é a jornalista que se junta ao Esquadrão logo no primeiro episódio, completando o grupo. O time fazia uma missão no México e após libertar os colegas de Amy, ela se junta ao A-Team. Amy faz pesquisas que ajudam antes de cada missão, além de ter uma vasta rede de contatos que auxilia o Esquadrão. Ela também salva o grupo de várias encrencas com suas habilidades mais femininas.

Curiosidades interessantes:

  • Quase sempre os planos do Coronel Hannibal não saiam exatamente como planejados, mas sempre aconteciam reviravoltas emocionantes que colocavam tudo em seu devido lugar, fazendo com que o Esquadrão sempre completasse suas missões. O Coronel tinha uma frase de efeito para essas situações: "Adoro quando um plano dá certo".
  • O Esquadrão Classe A tinha um veículo especialmente feito para suas aventuras, um furgão GMC nas cores preta e prata, com uma faixa vermelha e rodas pintadas de vermelho também. Claro que o furgão é um dos ícones dos anos 80, sendo rapidamente integrado à cultura pop da década. Muita gente tentava reproduzir o famoso furgão, que virou até brinquedo. Seis furgões forma utiliazados durante as gravações dos episódios e atualmente um deles está em exposição no Museu de Carros de Estrelas (cidade de Keswick, Inglaterra).
  • Homenagem nos videogames: no jogo de corrida Burnout 3 Takedown o furgão da série faz uma aparição. Não é o furgão oficial, pois a empresa não conseguiu os direitos para utilizá-lo no jogo. Mesmo assim, o furgão chamado de B-Team Van faz referência de forma bem-humorada ao seriado. Um furgão todo cinza, com uma barra de aço na frente para bater livremente em todos os adversários.
  • Um remake do Esquadrão Classe A foi feito para o cinema em 2010. Superprodução com Liam Neeson (Coronel Hannibal Smith), Bradley Cooper (Cara-de-Pau), Sharlto Copley (Murdock), Quinton Jackson (B.A.) e Jessica Biel (Tentente Sosa). O filme é muito bom, recontando a origem e aventuras do grupo de uma forma mais atualizada, fazendo um grande sucesso nas bilheterias.

B.A

Os Atores

George Peppard era o protagonista da história, o Coronel John ‘Hannibal’ Smith. Falecido em 1994, se destacou no seriado e no longa metragem para cinema "Bonequinha de Luxo", seu principal trabalho nas telonas.

Dwight Schultz interpretava o divertido Murdock “Louco Furioso”. Também fez um baita sucesso com o seriado, mas não emplacou como ator em outras produções. Participou de Jornada nas Estrelas: A Nova Geração Jornada nas Estrelas: Voyager, mas acabou se tornando um excelente dublador, seu trabalho até os dias de hoje. Fez uma participação também no remake da série para cinema em 2010.

Mr. T fazia o papel do brutamontes B. A. Baracus, conhecido por ser o rival de Sylvester Stallone em Rocky III. Depois de Rocky, o Esquadrão Classe A consolidou a carreira de Mr. T, que continuou trabalhando em filmes para cinema e séries de TV. Atualmente afastado das telas, se dedica a produção de vídeos independentes e participação em comerciais.

Dirk Benedict atuava como o Tentente Templeton “Cara-de-pau”. Dirk já tinha um rosto conhecido por seu papel na versão original de Battlestar Galactica e fez sucesso no Esquadrão Classe A, sendo um dos personagens mais carismáticos. Após Esquadrão Classe A, o ator fez vários filmes e seriados. Também participou da versão de 2010 do Esquadrão Classe A. Em 2007 participou do reality show Celebrity Big Brother, na Inglaterra.

Vale a pena ver também

Comente pelo Facebook

...ou deixe um recado por aqui :)
Apelido:

E-mail:

Website:

Seu comentário:

Publicar Comentário

Current ye@r *