Pião

7 abril 2015 Brinquedos e Brincadeiras    # 3.450 views
destaque

Um dos brinquedos mais antigos da humanidade persiste até hoje e fez a alegria de muita criança na década de 80: o pião. Feito geralmente de madeira ou plástico, os piões tradicionais precisavam de uma corda para fazer com que rodassem.

O pião clássico mesmo é feito de madeira e tem uma ponteira de ferro. Para rodar, se enrola a corda (chamada de fieira) em volta dele e depois tudo depende da habilidade: é preciso lançar o pião com certa força e jeito para fazê-lo rodar o máximo de tempo no chão, sempre apoiado na sua ponteira.

Existem relatos de escavações que encontraram piões datados de 4.000 a.C. Acredita-se que o pião não tenha sido criado prioritariamente para ser um brinquedo de crianças, mas para xamanismo e adivinhações. Utilizava-se o pião para recriar o movimento de astros, ou para a premonição de certos eventos. Com o tempo passou a integrar apresentações circenses e foi integrado ao cotidiano das crianças, sendo um brinquedo que atravessou séculos e incontáveis gerações, estimulando a coordenação motora, concentração, atenção e agilidade da criança.

Rodando o pião

Segure o pião com firmeza em um mão. Com a outra mão, enrole o cordão (fieira) em torno do pião, desde o topo até a ponteira. Depois de enrolar, deixe sempre uma sobra do cordão para enrolar esse pedaço em volta do dedo indicador. Algumas crianças passam a ponta do cordão por moedas furadas, ou amarram em uma madeirinha para que o cordão não vá junto com o pião depois do lançamento.

Em seguida, se posicione para realizar um movimento que se assemelha a um “gancho”, lançando o pião. O movimento deve ser como uma espécie de “chicoteio”, para que o pião possa deslizar no cordão e começar a girar assim que bater no chão.

Além de apenas rodar o pião, as crianças podem inventar várias brincadeiras em torno da atividade. Por exemplo, podem combinar uma competição onde vence quem fizer o pião rodar por mais tempo. Uma competição antiga era feita desenhando um círculo no chão. Os participantes precisam lançar seus piões no centro do círculo. Quem não conseguir, deve deixar o seu pião dentro do círculo, deitado. Os piões deitados serão disputados pelos outros jogadores que conseguirem atingir o centro do círculo.

Jogos de pião pelo Brasil

Barroca (origem em Belo Horizonte, MG) – faça um círculo no chão, todos os participantes devem arremessar o pião dentro do círculo. A ponteira tem que bater dentro do círculo para o arremesso valer, e o pião tem que parar de rodar e ficar dentro do círculo também. O proxímo a jogar deve tentar tirar os outros piões de dentro do círculo, até restar apenas um vencedor. Na brincadeira original era comum quem tirasse um pião ficar com ele.

Boi (origem em Nova Olinda, CE) – faça um círculo no chão de terra e enterre um pião até a metade. Cada participante vai atirar o seu pião na tentativa de tirar o que está enterrado do chão. Quem conseguir primeiro vence, mas não é permitido que o pião arremessado fique dentro do círculo – ele deve bater no pião enterrado para tentar tirá-lo e depois deve sair de dentro do círculo. Se permanecer dentro do círculo, está eliminado.

Piões

Cela (origem em São Paulo, SP) – desenhe um círculo no chão, que é a “cela”. Ao ser lançado, o pião tem que cair com a ponteira dentro do círculo e sair girando. Se a ponteira não bater dentro do círculo, esse pião fica “preso” dentro da cela. Ganha quem conseguir lançar o pião e fazer com que ele saia do círculo. Tem uma modalidade da cela onde os participantes podem apostar piões. Para isso, cada participante deve ter pelo menos dois piões. Um ficará deitado dentro da cela, e outro será usado para tentar retirar os piões “presos” de dentro da cela. Se retirar um pião, o participante fica com ele. Lembre-se que os dois piões devem sair do círculo, tanto o que estava preso quanto o que foi arremessado. Se o arremessado permanecer dentro do círculo, ele também fica preso.

Pião de Chicote (origem Nova Lima, MG) – depois de lançar o pião, os participantes podem ficar dando “chicotadas” nele, tentando ajudá-lo a continuar girando. O pião que girar por mais tempo é o vencedor.

Pião de Guerra (origem em Nova Olinda, CE) – lance o pião para o alto, ele deve cair girando na sua mão. Depois, coloque-o no chão ainda girando. Quem conseguir vence. Não é recomendado para pessoas iniciantes na brincadeira, muito menos com piões que têm ponteira de ferro.

Vale a pena ver também

...ou deixe um recado por aqui :)
  1. 11 / 18 / 2015 8:12

    Os Anos80 foiuma epoca muito boabrincadeiras boa

    Responder

  2. antonioteodoroneto

    11 / 19 / 2015 9:30

    como faço para comprar pião no atacado.

    Responder

Apelido:

E-mail:

Website:

Seu comentário:

Publicar Comentário